Camisetas Guanabara.info !! Garanta já a sua!

Derramamento de óleo no Golfo: um olhar mais atento às opções de limpeza

Categorias: Eventos, Inovações, Notícias, Sustentável

12 comente

É difícil imaginar o impacto causado pelo derramamento de 5 mil a 100 mil barris de petróleo no oceano por dia. Em um post recente falamos sobre um software que poderia calcular estes estragos. No entanto, o que está sendo cogitado agora são os meios para limpar a mancha. A agência de notícias, Associated Press, informou que a British Petroleum (BP) já recebeu mais de 10 mil sugestões de diferentes empresas para lidar com o impacto ambiental, e dessas, são levados em conta no máximo 700. Além das ideias honestas e neutras, muitas empresas também se aproveitam para promover seus produtos de limpeza, na esperança de que eles sejam usados no Golfo.

A seguir são mencionadas algumas sugestões. Ideias mirabolantes:

  1. 1. Uma das propostas mais incomuns envolve o uso de cabelo humano para absorver o óleo. O cabelo natural tem qualidades absorventes, e uma das empresas propõe receber a doação de cabelo humano e animal e de salões de beleza por todo o mundo. As doações seriam preenchidas em leggings de nylon, proveniente de doações. O óleo remanescente seria removido em esteiras que, colocadas na superfície da água, limpariam o petróleo da costa. Pode até ser que funcione, mas que é escatológico não temos dúvida!
  2. 2. Outra ideia consiste em usar almofadas flutuantes de polietileno num esforço para absorver o óleo, porém, várias empresas têm sugerido que outras substâncias poderiam funcionar melhor. Com custo e impacto baixos, os materiais seriam a base de plantas. Meu travesseiro não!!!
  3. 3. Ao menos duas empresas alegam que, quando aplicados à mancha de óleo, seus produtos iriam transformar o óleo em uma substância sólida, flutuante, que seria muito mais fácil de capturar. Um desses produtos, o CIAgent, contém polímeros não-tóxicos que se ligam aos hidrocarbonetos componentes do petróleo. Quando adicionados ao petróleo flutuam sobre a água, transformando o óleo em um material de borracha que pode ser levantado com a mão. Bom na teoria parece ser realmente inovadora, como será na prática?
  4. 4. Micróbios também ajudariam. Naturalmente encontrados em fendas nas zonas profundas do oceano, esses microrganismos consomem petróleo e produzem oxigênio, assim, aparentemente, reparariam as zonas oceânicas mortas consumindo tais poluentes. Uma vez consumindo todo o petróleo, os micróbios morreriam. A ideia já foi utilizada com sucesso em um derramamento de óleo em grande escala em 1990. Mas e o microcorpos destas bactérias, onde serão enterrados?
  5. 5. Por fim, uma sugestão que já foi realizada no Golfo com bons resultados e “impacto ambiental limitado” é o COREXIT. Composto de substâncias químicas não muito diferentes daquelas encontradas no detergente, o COREXIT foi considerado seguro pela EPA. Um agente químico usado para dissipar concentrações de material orgânico, todo feito com ingredientes naturais a base de plantas. Ufa pelo menos uma técnica que poderá nos salvar, será?

Inspire-se e caso você tenha outras ideias, deixe nos comentários para nós!

Related Posts with Thumbnails
  • Jair H
    @jhdresch - 26 - vila velha

    Isso é uma vergonha sem tamanho!!!!!

    se foce aqui no Brasil o mundo estava atirando pedras ja que é la e todo mundo deve eles… ai a midia men critica”tipo 1 semana enquanto esta dando audiencia”… acha a coisa mais normal do mundo v só….

    Imagina eu crio algo pensando no beneficio que ira trazer, e nao penso nas consequencias ….

    é uma falta de respeito com a humanidade….

    [Responder]

    Heury Respondeu:

    @Jair H, Concordo, realmente é uma falta de responsabilidade da empresa que extrai!!!

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 3:50 pm
  • @heurygeo - 32 - fortaleza-CE

    Sou geólogo e tinha uma amiga que estudou a contensão de petróleo com o uso de um mineral chamado vermiculita ( tipo de mica, damesma familia usada como resistencia em ferros de emgomar), o qual tem propriedades que podem ser usadas como agregantes e também é facilmente reciclado com o uso de temperatura, o trabalho dela foi financiado pela ANP/UFC e realmente fez muito sucesso, mas tem um agravante, a vermiculita não é como o quartzo, é um mineral que ocorre restrito e nao tem a abrangencia compatível com a necessidade atual, pena que a pesquisa ficou esquecida….

    Para o bem da natureza e diversidade espero que seja tudo resolvido =]

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 4:12 pm
  • @gerardown - 14 - Lauro de Freitas Bahia do lado de salvador pertim pertim

    muito entereçante apesar de naum ter entendido nada!

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 4:43 pm
  • @edsonmaiap - 29 anos - Macapá-AP

    Este desastre ambiental deve servir de exemplo para o mundo assim como foi Chernobil.
    A partir dele, muitos trabalhos serão e estão sendo feitos para prevenção de acidentes deste porte, nesta magnitude.
    O Brasil que possui a maior parte de suas reservas nas áreas marinhas, deve ficar atento, pois também pode sofrer com isto um dia. Deus queira que não aconteça.

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 5:00 pm
  • 20 - Barueri

    Que tal uma esponja que absorva o petróleo e despeja tudo nas sedes das empresas responsáveis pelo poço que vazou?

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 7:06 pm
  • @duduindo - 19 - Carapicuíba-SP

    Depois que essa cagada medonha passar, os responsáveis precisam de prisão perpétua…

    Um monte de pessoas ajudando pra melhorar a natureza, ae aparece essa coisa derramando no oceâneo.. (/trabalho em vão)

    Falow… :@

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 8:14 pm
  • 20 - Barueri

    Hoje não teve sexta jogando :(!

    [Responder]

    agosto 13, 2010 @ 9:42 pm
  • 13 - Santo Ângelo - RS

    Isso só pode ser filme….

    [Responder]

    agosto 14, 2010 @ 9:21 am
  • @kakaue_2010 - 17 - Barreiras-BA

    Cara, isso é uma catátrofe natural, muita irresponsabilidade da empresa, eles pensaram no petróleo como meio de ganhar dinheiro, e não pensaram no que poderia ocorre em situações como essa. Hj em dia tá terrivel, a maioria das empresas estão assim, visam o lucro, e só depois q acontece coisas do gênero que vão correr desesperadamente atrás de uma solução, se tudo fosse bem planejado concerteza o mundo não estaria tão poluido.

    [Responder]

    agosto 16, 2010 @ 10:37 pm
  • FUUU! É melhor eles resolverem isso logo. Ou vão adiantar 2012. Alguém tem duvida que não vamos ver 2100?

    [Responder]

    agosto 19, 2010 @ 8:33 pm
  • @edsonmaiap - 29 anos - Macapá-AP

    Vi que mais de 80% do óleo derramado ainda está no mar!

    [Responder]

    agosto 20, 2010 @ 3:40 pm

Comentar